28 setembro 2013

CHAMADOS X ESCOLHIDOS !!!

Hoje eu assisti uma mensagem na TV como faço todos os sábados pela manhã, pois vejo que não existe coisa melhor que ouvir a Palavra de Deus. Num certo momento da mensagem, as palavras do pregador me fizeram mais uma vez pensar, ou melhor, refletir, sobre algo que me perturba o coração. O pregador, disse que devemos manter o foco, pois chegaremos onde desejamos chegar. Até aqui tudo bem, nenhuma contradição, isso é uma verdade. Mantenha o foco e você chegará muito longe. Numa determinada altura, o pregador disse que se você faz a obra de Deus, "deve querer receber algo em troca". Eu também penso assim, mas o contexto desta palavra, é uma recompensa espiritual e não material apenas. Não servimos e nem devemos servir a Deus apenas "pela comida que perece" como ensinou Jesus em João 4, mas por aquilo que esperamos pela fé. O pior foi o pregador incentivar as pessoas na obra de Deus, como se todos fossem chamados a fazer a obra de Deus. Eu não posso concordar com essa tese, até mesmo porque, muito dos escandalos, divisões de igrejas, escárnios, blasfêmias, ocorrem justamente por todos acharem que são chamados a fazerem a obra de Deus. eu acredito em Mateus 11: 28 "vinde a mim todos os cansados e oprimidos" um chamamento para a salvação. Jesus escolheu pelo menos 70 obreiros e os enviou, como se pode ver em Mateus 10... Anunciar o evangelho, testemunhar o que Deus fez em nossas vidas, é um dever de todos os membros da igreja, do corpo de Jesus. Agora não podemos confundir com chamado ministerial. Nem todos os que se propõem a fazer a obra de Deus, conseguirá atingir seus objetivos. Todos querem ter uma igreja cheia, com muitos membros, um ministério atuante e influente, mas 90% deles, não conseguirão. Não existe fórmulas para isso, nem mágica. Não existem métodos para isso. Vejo anúncios na tv sobre seminários e conferencias de crescimento de igrejas, mas nem todos que participam e aprendem com os professores, chegarão a realizar o que esperam.... Isso não é dado a quem quer, mas a quem Deus escolheu !!! As pessoas se iludem achando que farão um seminário, que lerão livros de autores americanos, europeus, africanos e aprenderão métodos para fazerem crescer suas igrejas e na maioria das vezes, em quase que 99% das vezes, não acontecerá nada do que se espera. Crescimento da igreja se deve unicamente a AÇÃO E GRAÇA do ESPÍRITO SANTO..isso não se aprende numa semana de palestras. Crescimento de igreja é obra ÚNICA E O MÉRITO É TODO DE CRISTO...Paulo disse em 1ªCorintios 3 " eu plantei, apolo regou, mas quem deu o crescimento, foi Deus" Eu estou feliz em ser apenas um salvo, se um dia, Deus por sua vontade soberana, me chamar para dirigir de novo uma igreja, cumprirei o mandado do Senhor, mas não me iludo com essas técnicas e métodos desenvolvidos por homens, pois o que funciona para você, pode não funcionar para o outro. O bom mesmo, é ser SALVO PELA GRAÇA DE DEUS EM CRISTO, MEDIANTE A FÉ... Em Cristo, Pr Ivair J Lehm

24 setembro 2013

A DISSENSÃO NA FAMÍLIA ! LEIA É IMPORTANTÍSSIMO!!

            Em Mateus 10 versículos 35 e 36, Jesus diz algo bastante contundente: "Porque eu vim por em dissensão o homem contra seu pai, a filha contra a sua mãe e a nora contra sua sogra; e assim os inimigos do homem serão da sua própria casa"

              Interessante como hoje vemos um ensino diferente nas nossas igrejas, ou pelo menos, promessas bem contrárias ao que disse o Senhor Jesus.
Quantas vezes vemos a promessa feita pelo pregador ou pastor, que se "você se entregar a Jesus, sua família, será uma "bença", vai haver união no meio dela", quando a lógica de uma conversão é totalmente diferente.

                Jesus quis mostrar que quando alguém se converte de verdade, ele fica na contra-mão da tradição de sua família  nos costumes desta família, nas crenças desta família, enfim, quando alguém se converte de verdade, é normal e até certo ponto, obrigatório que haja uma divisão de pensamentos entre a família  pois agora o convertido é a luz que brilha nas trevas. Quando alguém se converte no meio de uma família espírita por exemplo, é normal que haja conflitos de pensamentos, idéias e estes conflitos podem levar a desgastes ferrenhos no meio da família, porque o evangelho não se acomoda, não se amolda a costumes, crenças e tradições. O evangelho é um divisor de águas, estabelece novos horizontes, renova visão, estabelece vida e vida em abundancia.

               Bem até aqui tudo bem, nada que não soubéssemos, mas Jesus é muito mais incisivo quando diz nos versículos seguintes que; "quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama ao filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim".  Isso é muito contundente vindo de um meigo Salvador que se entregou por nós numa cruz !!!
           Vamos entender o que Jesus queria dizer !! Jesus falava a um grupo de pessoas que viviam as tradições religiosas e familiares mais fortes que se tem notícias. Tanto é verdade que era costume do patriarca, um avô por exemplo, dizer que seus filhos e netos e noras e bisnetos e etc, eram todos filhos seus, que fulano era da casa de fulano de tal, tamanho era a ligação familiar em Israel.
               É lindo uma família unida em torno de seus laços sanguíneos e fraternos. Como é lindo uma mesa grande e vários filhos e netos reunidos para um almoço de domingo. Como é forte o laço familiar na hora de uma doença, de uma dificuldade de um de seus membros, muito lindo isso tudo.

                Jesus não quer anular esse laço de família que tem sua origem no Gênesis, quando Deus formou a primeira família da terra. Jesus estabelece que qualquer pessoa que amar mais o pai ou mãe, ou filhos, aponto de ABANDONAR a FÉ na PALAVRA de DEUS, não seria digno de SALVAÇÃO...

                Seria ridículo imaginar que Jesus estaria chantageando seus seguidores, pois amar pai e mãe é mandamento bíblico. O que o Senhor Jesus ensina é que não se pode abandonar a fé por imposição da família  dos pais, dos filhos, de costumes, de tradições familiares que podem interferir na vida espiritual.

                Já presenciei pregações onde o pregador mandava abandonar a família se esta não quisesse servir a Jesus. Deixar filhos de lado se estes não quisessem ir para a igreja, pois, segundo se ensina por aí, a SALVAÇÃO é INDIVIDUAL.
Sim a salvação é individual, mas quem ama sua família, irá orar por ela, para que seja alcançada pelo evangelho.

             Definitivamente, Jesus queria nos ensinar que amar mais a Ele que a família, seria estar disposto a sofrer a perseguição, mesmo dentro da família  pagar o preço para ver esta família aos pés de Jesus sem desvanecer na fé. Amar a Jesus mais que a família  seria suportar todas as provações para que a luz do evangelho de Cristo, brilhe a ponto de Jesus ser visto em NÓS.

              Não desanime, não abandone sua família, seja qual for a religião dela, ORE, ORE e Deus fará acontecer um MILAGRE no seio da sua família...

             Ame sua família, pois ela é um presente de Deus pra você, cuide bem dela, pois se você ama Jesus de verdade, sua FAMÍLIA em breve estará aos pés do Senhor...

Não desista da sua FAMÍLIA !!!!!

Em Cristo,
Pr Ivair J. Lehm


20 setembro 2013

DEUS NOS ENTENDE.

                  Um dia o profeta Elias, estava fugindo de uma perseguição e ao chegar no deserto, sentou debaixo de uma árvore e pediu a MORTE ao Senhor Deus.

                 Ficamos pensando, como pode um homem tão usado por Deus, ficar com medo de uma mulher (Jezabel), fugir de diante dela e depois pedir a morte ao Senhor??

                  É admirável como um homem que faz descer fogo do céu, enfrenta tantos oponentes, de repente pede a morte a Deus.

Elias:

                Não era de família importante em Israel, nem se sabe de onde era, apenas temos a informação que era "tisbita". Elias foge de uma mulher, mesmo após ter enfrentado quase 1000 homens devotos de uma religião fanática. Elias foge, mesmo após ser aclamado e reconhecido como um grande profeta de Deus.

                 Não adianta receber elogios das pessoas pelos feitos que fazemos, pois só quem conhece a nossa estrutura é Deus, o Senhor de todas as coisas. As vezes as pessoas enxergam em nós um poder e uma fortaleza que não temos. Hoje, pessoas fazem muito, muito, mas muito menos que Elias fez e querem seus nomes exaltados, querem ser reconhecidos, aclamados, respeitados, querem para sí, uma glória que só pertence a Deus.

                 Elias vence milhares de seguidores de baal, mas pede a morte no deserto em fuga. Nem sempre o vencedor de uma batalha é o mais forte !!! Quantas batalhas vencemos, mas saímos dela diminuídos, com sentimentos estranhos, com dor no coração. Elias estava pedindo a morte após o maior feito de um profeta em Israel.

               As pessoas conhecem você e eu por fora, mas não sabe os temores que temos por dentro. O apóstolo Paulo, escreveu em 2ª Corintios que teve tantas lutas que "quase desistiu da vida", ele ainda revelou que quando chegou a um determinado lugar, tinha "lutas por dentro e combates por fora".

                É difícil para alguém admitir suas fraquezas num mundo de evangelho triunfalista contemporâneo. É inadmissível para um pregador, pastor, bispo, admitir que tem temores na alma, que sofre angústias, frustrações..é inadmissível hoje em dia, alguém dizer que preferia morrer que continuar a luta que passa, isso soaria como sentimento de DERROTA, e esse homem ou mulher, talvez perdesse seu ministério.

Basta ver como os homens pregam na TV, só vitória, só benção, só triunfo...

                Elias não teve medo de expor o que se passava em seu coração naquele momento, se abriu com Deus e o mais interessante é que Deus, permitiu esse registro em 1º Reis 18,19 para que pudéssemos entender, que sentir medo, não é coisa de crente derrotado, que esses sentimentos não são coisas do demônio, são cosas naturais, típicas do ser humano....

                A história de Elias teve um final feliz e a nossa história não será diferente, ainda que o momento possa ser de desespero e parecer nos levar a derrota, contudo, Deus vai virar a nossa "sorte", pois Deus nos entende...

Em Cristo, 
Pr Ivair J. Lehm

13 setembro 2013

PORQUE O AMOR ESFRIOU ?

                       Um dia Jesus ensinou aos discípulos sobre o fim do mundo e do templo de Israel. Numa das frases mais conhecidas e citadas por todos os pregadores, famosos ou anônimos, Jesus disse: " E por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará".

              Não é novidade pra ninguém o quanto as pessoas perderam de amor as outras, pois o que vemos são na maioria das vezes ações de solidariedade. Esses dias a Globo apresentou mais uma edição do Criança Esperança, que em dias de campanha não arrecadou nem 20 milhões de reais.  Os discursos dos artistas e apelos para ajudar as crianças atendidas pelo projeto, era vazio tanto quanto os artistas. 
                     
                  Você pode estar se perguntando o que tem a ver isso com esfriamento de amor do qual mencionou o Senhor Jesus ? Eu vou tentar explicar: mesmo entre nós, os evangélicos, por vezes confundimos solidariedade com amor ao próximo!!  Amor ao próximo não é doar dinheiro apenas para uma instituição ou pessoa, amor ao próximo é promover o bem das pessoas. Nem sempre se promove o bem das pessoas lhe dando dinheiro. Isso pode ser apenas uma medida paliativa.

               O amor do qual se referiu Jesus como um dos maiores sinais da proximidade do fim dos tempos, está ligado a indiferença com que tratamos pessoas em nosso convívio espiritual, familiar, social, etc, pois até quando ouvimos nossos lideres falarem sobre a necessidade da igreja, pessoas torcem a "cara" dizendo,"lá vem o pastor pedir dinheiro"...isso mostra que onde o amor deveria superabundar, ele está na realidade na UTI !!!! Amor está diretamente ligado a TEMOR.

                O amor tem esfriado nas casas, nas igrejas, nas famílias, pois vivemos uma máxima do CADA UM POR SI, sem contudo nos darmos conta das pessoas ao nosso redor, ao lado no banco da igreja.
               Amar o próximo é querer e promover o bem daquele que está ali do nosso lado...a carta de João é uma receita para nossa prática do amor ao próximo.

                 As pessoas, tem se conformado com isso !! Nos conformamos em dizer que isso é sinal dos tempos e por isso nos acomodamos e fechamos os olhos para as desigualdades e sofrimentos alheios.

               O amor tem mesmo se esfriado de forma terrível, mas isso não quer dizer que DEVO DEIXAR DE AMAR MEU IRMÃO...estamos no mundo e o mundo carece de amor...MAS NÃO SOMOS DO MUNDO E POR ISSO, DEVEMOS AGIR DE FORMA DIFERENTE....NÃO APENAS NAS ROUPAS !!!!

                ANTES DE CRITICAR SEU IRMÃO, ANTES DE CRITICAR SEU PASTOR, AME-O E assim, como disse Paulo: CUMPRIREIS A LEI DE CRISTO !!!!

Um abraço em Cristo,
Pr Ivair J Lehm

07 setembro 2013

A AÇÃO HUMANA E A SOLUÇÃO DIVINA !!!!

                   Em Marcos 5, lemos s historia de um homem que vivia entre os sepulcros, pois era atormentado por uma legião de demônios. Diz a narrativa bíblica que as pessoas tentaram acorrentá-lo a fim de poderem fazer com que parasse de atormentar as pessoas onde vivia, mas ele quebrava as correntes e era impossível pará-lo ou mesmo detê-lo.
Vejamos o que o homem pode fazer e o que Deus faz:

  1. a forma encontrada pelos "amigos" daquele homem, foi acorrentando-o, mas ainda assim não conseguiram. As intenções e ações humanas nem sempre são eficazes, pois na maioria das vezes o homem vê os problemas da perspectiva humana somente.
  2. após tentarem sem exito, prenderem o pobre homem, este foi abandonado a própria sorte, morando em sepulcros. As pessoas tentam seus métodos e quando estes falham, simplesmente desistem do ser humano.
  3. o problema daquele homem não se resolvia por qualquer terapia, nem reza, ou simpatia. A causa de ser considerado um louco, era outra e os homens nem sempre, ou quase nunca enxergam esta causa.

            Um dia Jesus chega até onde este homem vivia e somente sua presença começa a transformar a história daquele pobre homem.

  1. as legiões demoníacas reconheceram imediatamente o poder de Deus e começam imediatamente a obedecerem a Jesus. 
  2. um diploma, um carro do ano, uma boa imagem não amedronta o inimigo, mas quando se vive o que se prega, podemos obter resultados maravilhosos.

        Quantas vezes as pessoas confundem grito, conhecimento humano com autoridade divina. 
             Fico pensando o tempo todo, como as pessoas pensam que bens materiais são resultado de uma intimidade com Deus. Como as pessoas confundem sucesso financeiro com favor de Deus. Basta uma lida em Eclesiastes e veremos que as oportunidade da vida são para todos. Mas as pessoas ainda que sejam as mais "espirituais" tem um olhar tão humano quanto pequeno, pois vêem somente aquilo que "querem ver".

           Quantas vezes fui convidado para pregar em igrejas e quando chegava de ônibus, ou pedia para alguém me pegar num determinado lugar, percebia no semblante das pessoas uma certa decepção, porque eu não tinha um carro importado, e nem carro eu tinha. Quando um pregador chega com um carrão, parece que toda a "sorte divina de unção chega e contagia os mais carnais"....

          Vejo tantos pregadores e pastores com seus bens materiais, ensinando a teologia da prosperidade, fórmulas e heresias para as pessoas ficarem ricas, mas não vejo conversão de vidas e pessoas nas suas igrejas...o que falta hoje são homens que tragam consigo não um carro importado e títulos, mas sim  a UNÇÃO QUE LIBERTA e essa, Jesus não entrega para quem possui apenas aparência, mas INTIMIDADE COM DEUS....

PENSEMOS NISSO.......

Um abraço em Cristo,
Pr Ivair J. Lehm

PESSOAS QUE ME SEGUEM

EM DEFESA DA PALAVRA DE DEUS

EM DEFESA DA PALAVRA DE DEUS

NOTÍCIAS CRISTÃS

VOCÊ PODERÁ GOSTAR TAMBÉM: