16 junho 2012

EU ME RECUSO A PREGAR ESTE EVANGELHO

          Uma vez estava eu num culto de pastores e um dos ministrantes falou algo que muito me chamou a atenção, assim ele disse: " 80% do ministério de Jesus, foi em torno do dinheiro" !!!
           Ao ler esta frase que eu ouvi, você deve ter ficado como eu fiquei, "chocado". E o pior de tudo, foi que a pregação, ou ministração do tal conferencista, a maioria dos pastores, sem querer julgar, deram glórias a Deus e até falaram em línguas. De lá pra cá a coisa apenas piorou. Hoje os ensinos de como incentivar o povo a "semear" tem se propagado de forma abusada na TV. As mensagens nos grandes congressos e encontros, giram em torno de " eu profetizo..eu libero uma palavra profética, na sua vida financeira...você terá a sua empresa, seu cargo político, etc..." tudo gira apenas em torno da vida terrena, dos prazeres deste mundo. 
          As mensagens são mais de auto ajuda, mensagens que exaltam e massageiam o ego de quem ouve, mensagens que promovem o evangelho do hedonismo, ou seja a busca do prazer, da satisfação e realização material, sem compromisso com Deus e sua Palavra. 
          Poucas mensagens chamam o homem e a mulher para uma vida de separação do mundo, para uma vida de sinceridade com Deus.
Jesus falou sobre coisas que as mentes de muitos pregadores e pastores já não suportam, nem alcançam hoje em dia.
          Jesus falou sobre o céu, sobre a vida eterna, sobre a perdição eterna e castigo eterno sobre os "folhos da desobediência", mas isso não trás uma boa fama ao pregador, por isso, falar sobre conquistas, triunfos, vitórias financeiras, etc dá mais ibope e trás títulos como: profeta de deus, apostolo, conferencista internacional, bispo, mestre, etc..
       Você já ouviu muitas mensagens sobre unção financeira, unção de prosperidade, unção de vitória, etc...na verdade eu creio que nem mesmo o pregador acredita no que prega, ele apenas prega por conveniência e não por convicção ou crença !!! 
       A Bíblia diz que " o jugo será despedaçado por causa da unção" Isaías 10:27. Você não encontra em lugar algum da Bíblia, essas invencionices sobre unção financeira, conquistas, etc
        Infelizmente o Evangelho genuíno e verdadeiro de Jesus, não é pregado, e por vezes nem aceito em alguns círculos ditos "evangélicos". SABE POR QUE ?
Por que o Evangelho de Cristo, é o evangelho da CRUZ, do SACRIFÍCIO, da RENÚNCIA...e este evangelho não produz efeitos financeiros para muita gente. Este evangelho não trás status de apostolo, conferencista internacional, nem muito menos abre portas políticas, nem as portas da mídia, em enche os cofres da entidade para bancar a vida luxuosa do pastor...mas aos meus amigos que gostam deste evangelho ("anátema") da prosperidade eu faço aqui um lembrete:  O EVANGELHO DE CRISTO ABRE AS PORTAS CELESTIAIS.
      Eu não me sinto inferior a nenhum pastor que está em destaque na mídia, aqueles que andam de carros importados, com seus tablets, seus iphones originais, nem nada disso. Eu sei em quem tenho crido e faço aquilo que o Senhor me manda fazer. Sei que devo estar no centro da vontade de Deus, seja ela quando e onde for. Minha meta, meu objetivo é agradar Aquele que me alistou para a guerra e não uma multidão interessada apenas nos favores e bençãos de Deus.
       Eu sirvo a Deus, e como alguém já insistiu para que eu e outros mudássemos nossa pregação, por estarem ultrapassado, na visão deles, fico com o que disse o meu irmão apóstolo Paulo " não me envergonho do evangelho de CRISTO, pois é O poder de Deus, para SALVAÇÃO  de todo aquele que crê" Romanos 1:16.


         Eu me recuso a pregar um evangelho que se esquece do sacrifício de Jesus na cruz. Eu me recuso a pregar um evangelho que não busca a santificação e nem tem como objetivo a glória de Deus. Eu me recuso a pregar um evangelho que promete o que a Bíblia não promete, que promete uma vida que Jesus nunca prometeu. Eu me recuso a pregar uma prosperidade sem Deus, sem com promisso, sem envolvimento com o Senhor Jesus. Eu me recuso a pregar um evangelho sem arrependimento, sem a renúncia ao pecado. Eu me recuso a pregar um evangelho que não confronta o pecado, mas se alinha e se amolda a vida de pecado das pessoas, que suporta a falsidade e duplicidade da vida de muitos que lotam templos para ouvirem algo que lhes agrada. Eu me recuso a pregar um evangelho onde Jesus é apenas o doador de bens materiais. Eu me recuso a pregar um evangelho onde Jesus fica em segundo plano para que o pregador seja a estrela da noite, onde o louvor é apenas uma apresentação parodiana de uma vida que apenas canta, mas nunca adora verdadeiramente a Deus. Eu me recuso a pregar um evangelho onde o culto é apenas um "show gospel", onde as pessoas são brilham mais que Jesus.
        
           Pensemos um pouco se este evangelho do triunfo, sem cruz, sem renúncia, sem sacrifício, sem obediência, sem compromisso, pensemos se este evangelho apenas da conquista, da unção financeira, da unção da conquista, entre outros, se é o mesmo evangelho que Paulo, Pedro, João e os apóstolos e pais da igreja, pregavam, ou se um dia ele pregaram algo parecido com o que temos visto hoje em dia por aí.

De mais, permaneçamos naquilo que Jesus nos ensinou: " Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida" Ap 2:10

Em Cristo, 
Pr Ivair J. Lehm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EM DEFESA DA PALAVRA DE DEUS

EM DEFESA DA PALAVRA DE DEUS

NOTÍCIAS CRISTÃS

VOCÊ PODERÁ GOSTAR TAMBÉM: